Apoiadores:


Mundo

Se você tá pensando em internacionalizar sua empresa, precisa conhecer o programa Portugal 2020

Se você tem vontade de internacionalizar seu negócio, o programa Portugal 2020 pode ser uma opção valiosa de expansão, com definição de objetivos e metas consistentes, de realização a curto e médio prazo, e claro, em outro país. 

O financiamento trata-se de uma estratégia europeia para promover o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, que prioriza o setor privado e a geração de empregos em Portugal.

Se o seu negócio está alinhado com os princípios e objetivos do Portugal 2020, essa pode ser uma oportunidade para expandir sua empresa para as fronteiras do país onde a língua nativa não é um empecilho para os brasileiros.

E melhor, com incentivo do governo local e da União Europeia.

O que é o programa Portugal 2020?

Portugal 2020 é o programa sucessor do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), que teve início em 2014, com objetivo de injetar o montante de 25 bilhões de euros nos fundos comunitários de Portugal de 2014 até 2020.

Portugal 2020

O propósito?

Gerar mais renda, mais emprego, incentivar a inovação, atender a diretrizes sustentáveis e promover o desenvolvimento.

O programa é financiado pelos Fundos da Política de Coesão, Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), Fundo de Coesão e Fundo Social Europeu, e engloba 16 programas operacionais, distribuídos dentro de sete programas principais, são eles:

  1. Programas Operacionais Temáticos no Continente
  2. Programas Operacionais Regionais
  3. Programas de Desenvolvimento Rural
  4. Programa para o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas
  5. Programa Operacional de Assistência Técnica
  6. Programas Operacionais de Cooperação Territorial Europeia
  7. Outros Programas

Cada um desses programas prioriza um objetivo temático de investimento, e antes de inscrever a sua empresa, é importante escolher o que melhor se encaixa ao seu projeto. 

As empresas aprovadas são financiados durante 24 meses e, o prazo para que novos projetos se candidatem é janeiro de 2020. No entanto, a execução do orçamento tem prazo limite até 2023.

#leiaTambemAs 55 aceleradoras de startups mais desejadas do mundo

Quais são os princípios do Portugal 2020?

Seguindo as diretrizes do Europa 2020, o programa Portugal 2020 é realizado em torno de quatro grandes grupos temáticos:

  • Competitividade e Internacionalização da Economia Portuguesa
  • Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos
  • Inclusão Social e Emprego
  • Capital Humano

40% do total de investimentos é direcionado a diretriz Competitividade e Internacionalização da Economia Portuguesa, e além da competição entre empresas, esse princípio tem o objetivo de promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação.

Assim como toda a Europa, Portugal busca uma transição para a economia com baixas emissões de carbono, tenta se adaptar às alterações climáticas e proteger o meio ambiente. Dessa forma, 25% do total de investimentos é destinado a projetos que se enquadram nos princípios de Sustentabilidade e Eficiência.

As empresas que contemplam a Inclusão Social e o Emprego tem 17% do total e, por fim, projetos que destinam atenção ao Capital Humano, que promovem o sucesso educativo, o combate ao abandono escolar e fomentam a qualificação dos jovens também somam 17% do montante.

Como candidatar minha empresa para o programa Portugal 2020?

Todo o processo é realizado online, por meio do Balcão 2020.

Nessa plataforma onde os candidatos fazem a inscrição dos projetos, eles devem cumprir aos critérios exigidos pelo Portugal 2020. É a soma dos pontos atingidos em cada um dos critérios que vai indicar a pontuação final, usada para classificar a sua proposta entre todas as outras.

Essa é uma etapa importante, pois caso sua empresa não atinja a pontuação mínima, será excluída.

Uma vez feito o registro, recomenda-se que você leia atentamente ao Guia do Formulário, antes de começar a preenchê-lo, como maneira de prevenir erros e garantir que você está preenchendo todos os campos corretamente.

Aqui nós separamos outras dicas para se levar em consideração na hora de se candidatar:

  1. Para cumprir todos os critérios é fundamental que você conheça muito bem o seu projeto. Parece simples, mas compreender os objetivos é o primeiro passo para encontrar o melhor programa operacional (entre os 16) para a sua empresa. Questione se o que você está propondo é viável, comprove que a internacionalização é a melhor opção; identifique as oportunidades e limites do seu projeto diante de futuras expansões.
  2. O planejamento fará toda a diferença. O investimento do Portugal 2020 é feito durante o período de dois anos e, ainda no formulário, você precisa apresentar uma implementação concisa, mensurar resultados, prever e adiantar orçamentos que serão necessários em cada fase.
  3. Sua empresa precisa estar em dia com suas obrigações, por exemplo, com salários de funcionários regulares, demonstrar que seu financeiro é equilibrado e mostrar que pode cumprir com o projeto que está propondo. O fato de 10% dos investimentos pagos pelo Portugal 2020 ser retirado devido ao não cumprimento das propostas exemplifica o porquê é necessário não apenas propor, mas executar o planejamento conforme o estabelecido.
  4. Por fim, carregue todos os documentos exigidos com atenção. Essa é possivelmente a etapa que vai gerar gastos. Antes de finalizar a candidatura, ainda é possível fazer uma simulação para garantir se os critérios são atendidos e se você atinge os pontos necessários.

As candidaturas podem ser feitas até 13 de janeiro de 2020, então é melhor correr.

Se você tá pensando em internacionalizar sua empresa, precisa conhecer o programa Portugal 2020 1

Ambiente aquecido e céu azul para startups

O ano de 2019 foi visto como o de ascensão do empreendedorismo e políticas de inovação em Portugal, mais precisamente em Lisboa.

Além de incentivar a economia, programas como Portugal 2020 contam com o auxílio de mobilizações como o Startup Portugal e Startup Lisboa, que colocam a terra de céus azuis na rota dos ecossistemas propícios para estabelecer startups de tecnologia.

Em novembro, o Web Summit Portugal recebeu duas mil startups que se apresentaram na convenção. No mesmo âmbito de fomentação, o Startup Visa fornece vistos para empreendedores brasileiros que querem se instalar no país.

E os brasileiros já conquistaram lugar de destaque no programa: 60% das candidaturas de imigrantes que querem empreender no país são brasileiros.

O Itamaraty mostra que entre 2017 e 2018, cresceu 28% o número de imigrantes que desembarcaram em terras portuguesas. Hoje são mais de 111 mil brasileiros que vivem no país, sendo 65,7 mil em Lisboa e 31,3 mil no Porto.

Vasco da Gama Tower - Lisboa, Portugal
21 Shares
21 Shares
Copy link